Oficineiros do Programa Fica Vivo

Escrito por teszet

13 de abril de 2020

O mandato do vereador Pedro Patrus foi procurado pelos oficineiros do Programa Fica Vivo que expuseram um problema grave que está ocorrendo com centenas de trabalhadores residentes em comunidades e periferias.  Com o isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus, 393 trabalhadores do Programa Fica Vivo foram suspensos do trabalho que realizavam, por tempo indeterminado, sem direito ao recebimento de seus pagamentos.  

O problema precisa de uma resolução rápida, já que esses trabalhadores precisam de respostas sobre pagamentos e como ficará sua situação no decorrer dos próximos meses. Por isso, o vereador Pedro Patrus solicitou uma intervenção do deputado estadual André Quintão junto ao governador Romeu Zema para solicitar uma resposta ao problema.  

André Quintão enviou ofício ao governador, ao secretário de estado de Planejamento e Gestão e ao secretário de Justiça e Segurança Pública pedindo informações sobre o Fica Vivo, incluindo a situação atual de seus servidores.

Porém, no último dia 8 de abril, Zema deu uma entrevista em que destacou que sua Política de Prevenção Social à Criminalidade pode ter cortes de até 90% dos recursos, além da suspensão de contratos de trabalho. Além do Fica Vivo, o Programa de Mediação de Conflitos (PMC), o Programa Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas e o Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional correm risco de acabar.

Mais Postagens

Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a...

MGS/Caixa Escolar

MGS/Caixa Escolar

Trabalhadores terceirizados da MGS e Caixa Escolar também denunciaram um possível corte do Ticket...

Mais Postagens

Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a...