Pedro Patrus

Pedro Patrus é vereador em Belo Horizonte e está em seu segundo mandato. Historiador e professor, começou sua militância política ainda adolescente, seguindo o exemplo dos pais Vera Victer e Patrus Ananias. Na Câmara Municipal, luta contra as desigualdades sociais e em favor de políticas e ações voltadas para a população em situação de rua, LGBTI, crianças e adolescentes; valorização das políticas de assistência social, em defesa dos servidores públicos e da educação, em favor das comunidades e povos de matriz africana.

Minha História

Pedro Patrus aprendeu muito cedo a valorizar a luta por justiça social e pelos direitos das minorias. Aos 16 anos, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores e participou ativamente dos movimentos de juventude. Graduado em História, mestre em Ciências Sociais, especialista em políticas urbanas e professor universitário, trabalhou na Coordenadoria Municipal da Juventude de BH e atuou como assessor da Comissão de Participação Popular da Assembléia Legislativa (MG).

Em seu primeiro mandato, atuou especialmente nas áreas de direitos humanos, valorização das políticas de assistência social, educação, defesa dos servidores públicos, dos direitos da população LGBTI e em situação de rua, e das crianças e adolescentes. Atuou também na luta pela manutenção dos restaurantes populares.

 E se afirmou como o principal nome de oposição ao projeto neoliberal de privatização da cidade do ex-prefeito Marcio Lacerda, defendendo a função de fiscalização que cabe a um membro do legislativo.

Reeleito, tem lutado contra as desigualdades sociais, em favor de políticas de emprego e geração de renda para a população em situação de rua; por mais direitos e políticas para a população LGBTI, por uma ação eficaz que garanta a implantação da economia popular solidária na cidade, e contra a precariedade de áreas fundamentais como educação e saúde.

Em diálogo constante com movimentos e população, constrói projetos e ações coletivamente, sempre buscando nessas conversas construir, coletivamente, propostas para uma Belo Horizonte de todos e de cada um.